quarta-feira, 28 de junho de 2017

Maya Banks - Atraída por um Highlander (Os McCabe #1)



Ficha técnica: Atraída por um Highlander (In Bed with a Highlander)
Autora: Maya Banks
Editora Universo dos Livros
Lançamento original: 2011
Lançamento BR: 2017
416 páginas
39 capítulos
POV: terceira pessoa
Gênero: Romance de época; Chick Lit; New Adult

Protagonistas: Ewan McCabe e Mairin 
Local/ano: Escócia (Terras Baixas e Altas)/indeterminado

"Ewan, o mais velho dos irmãos McCabe, é um guerreiro decidido a destruir o seu inimigo. Agora que o momento é ideal para a guerra, os seus homens estão preparados e Ewan quer reaver aquilo que lhe pertence - até que uma tentação de olhos azuis e cabelo negro se atravessa no seu caminho. Mairin pode muito bem ser a salvação para o clã de Ewan, mas, para um homem que sonha com vingança, as questões do coração são um território desconhecido a conquistar.

Mairin é filha ilegítima do rei e é senhora de propriedades valiosas que a obrigaram a esconder-se e a desconfiar do amor. Os seus piores receios acabam por acontecer quando é salva do perigo mas depois obrigada a casar com o seu salvador, Ewan McCabe, um homem carismático que está habituado a mandar. Mas a atração que sente pelo seu novo marido fá-la desejar o seu toque; o seu corpo ganha vida com a mestria sensual dele. E à medida que a guerra se aproxima, as forças, o espírito e a paixão de Mairin obrigam Ewan a derrotar os seus próprios fantasmas e a entregar-se a um amor que significa mais do que a vingança e a terra."


Escondida em um convento há anos, Mairin sempre rezava para não ser encontrada. Mas seu pedido não foi aceito, quando numa tarde, soldados invadem o local e machucam a Madre Superiora, Serenity, procurando por Mairin, a filha bastarda do antigo rei, Alexander. Para provar ser ela quem era, havia uma marca no quadril.

Quem estava atrás dela era Lorde Cameron, um cavaleiro que na verdade não lutava nada, mas sua fome de poder o fazia ir pelo lado mais fácil. Ele queria se casar com Mairin para tomar posse do dote dela, as terras conhecidas como Neamh Álainn.

Na mesma época em que ela é levada, uma criança perdida é pega tentando roubar um dos cavalos dos soldados. Seria morta se não fosse por Mairin, que a tomou sob sua proteção e apanhou no lugar dela.
Levada ao castelo de Cameron e colocada num dos quartos, após ter apanhado mais, Mairin e a criança, Crispen, são ajudados a fugir por uma passagem secreta.
Cavalgaram por um tempo até que foram encontrados por um dos tios de Crispen, Alaric McCabe.

Alaric fica impressionado com aquela mulher que defende seu sobrinho, apesar de estar evidentemente machucada. Ela luta até sucumbir à exaustão.
É levada para o clã dos McCabe.

Ewan McCabe, Laird do clã, estava desesperado atrás de seu único filho, Crispen, de 8 anos.
Seus irmãos, Alaric e Caelen, saem cada um para um lado à procura do sobrinho.
Os McCabe já haviam sido um clã poderoso. Mas há 8 anos sofreram um ataque. Neste, o pai de Ewan, então o Laird, morre, assim como a esposa de Ewan, deixando-o com um bebê para criar e um clã dizimado.
Com muito custo estavam se reerguendo. Além de manter seu povo vivo, priorizando alimento para velhos, crianças e mulheres, os soldados foram treinados para não se renderem a um novo ataque.

Ele fica sabendo que um soldado McDonald havia encontrado o menino e levado para seu clã para ser pedido resgate. Ewan queria a cabeça desse soldado. O Laird daquele clã garantiu que não sabia de nada, e este soldado recebeu a punição que merecia.

Quando Alaric retorna trazendo Crispen e uma mulher desconhecida, Ewan, baseado na promessa feita pelo menino (e um McCabe não poderia jamais quebrar uma promessa), jura protegê-la e, por isso, quando ela pede comida e um cavalo para partir, ele dá o primeiro, mas não o segundo.
Mairin havia feito Crispen prometer não dizer o nome dela, mas o garoto, sem querer, menciona.

Logo depois, uma das mulheres McCabe, Maddie,  que ajudara Mairin a se banhar, conta a seu Laird quem ela era, baseado na marca em seu quadril. 
Mairin não era muito conhecida. Todos sabiam que Alexander tivera um filho bastardo, Malcolm. Mas Maddie garante a história ser verdadeira, e sugere que se o Laird se casasse com a moça, poderia tomar posse de suas terras, as quais ajudariam o clã a se reerguer.
Ewan acha a ideia interessante. Isso tornaria o clã dele o segundo mais forte, perdendo apenas para o próprio rei.
Ele vai até ela e fala de sua ideia, mas ela pede uns dias para pensar.

Só que o menino, que não era burro, ouviu sobre a vinda do padre e deduziu. Chateada por ter sido colocada contra a parede, Mairin vai enfrentar Ewan em pleno campo de treinamento e, sem saber, fala em alto e bom som sobre o casamento. Notícia esta que ELE não havia anunciado, Portanto, ela tinha acabado de pedi-lo em casamento na frente de todo o clã.

Eles se casam e antes que a cerimônia fosse comemorada, os McCabe ficam sabendo que um grupo de soldados de Cameron se aproximava. Ewan corre para consumar o casamento - sem qualquer cuidado.
Ao enfrentar o inimigo, e vencê-lo - Cameron havia fugido como o covarde que era -, Ewan faz o último soldado entregar a Cameron a marca da inocência de Mairin. Ela estava casada e não havia nada mais que Cameron pudesse fazer.

A partir daquele dia, começa uma nova batalha na vida de Ewan: a de conquistar sua esposa.
Primeiro, ele tinha que provar a ela que não era um mau amante (a primeira impressão é a que fica). Depois, qual era o lugar dela junto ao clã, já que, na boa intenção, ela vivia se metendo em confusão.
Mas o mais perigoso estava por vir. Por duas vezes Mairin é alvo de alguém. Na primeira vez, parecera um acidente. Quando ela cai doente, vítima de envenenamento, Ewan tem certeza que algo estava muito errado. Havia um traidor entre seu povo.

Enquanto isso, Ewan quer estreitar laços com os McDonalds. As terras deles faziam fronteira exata entre o clã McCabe e as terras do dote de Mairin.
Gregor McDonald não fica nada feliz ao saber do casamento de Ewan com Mairin. Ele pretendia aliar-se ao clã fazendo o Laird se casar com sua filha, Rionna McDonald. Na falta de Ewan, Alaric foi colocado na vez.

Mairin se descobre grávida e todo o clã comemora. 
Ewan já havia escrito para o rei avisando de seu casamento com ela e pedindo a entrega de seu dote. Mas no lugar do dote, ele recebe uma mensagem de que seu casamento com Mairin estava sob suspeita, já que ela havia se casado com Cameron e este alegava que Ewan havia sequestrado sua noiva e a violado.
Ewan e Mairin teriam de ir à corte provar o contrário.

Em meio ao caos de corrupção, o casal teria de mais uma vez enfrentar o seu inimigo. Só que, desta vez, muito mais estava envolvido.
Havia terras, havia um filho, havia um amor recém descoberto.
Como eles conseguiriam provar ao rei que as acusações eram falsas e salvarem o que havia de mais precioso?

  

O livro tem sua gama de romance e de comédia.
Mairin é uma protagonista enrolada, que acaba por se colocar em certas situações sempre por querer fazer o bem a outros, o que traz exasperação à vida de Ewan. 
Por outro lado, isso é bom, porque mexe na zona de conforto dele quando ela, uma recém chegada, não está nem aí para abaixar a cabeça para o Laird dos McCabe.

Aqui, o clã está falido. Mairin se torna a resposta às orações deles, trazendo com seu dote uma terra próspera e grande.

Antes de terem seu final feliz, é necessário se livrarem de Cameron, e este é um inimigo ardiloso e covarde, que só faz as coisas pelas costas e se fia na força física de seus soldados, ele mesmo nunca sujando as próprias mãos.

Com a corrupção na corte fica mais difícil ao casal conseguir as terras necessárias. E antes disso, eles chegam a conclusão de que mais importante do que as terras, era o sentimento nascido entre eles. Mairin havia angariado o carinho e respeito entre os vários membros do clã, em especial das mulheres quando, após um certo acontecimento, as mulheres decidem apoiá-la fazendo greve.

Um romance de época com os ingredientes já conhecidos.
Sem cliffhanger e já deixando gancho para o próximo, com a união dos dois clãs, McCabe e McDonald, através do casamento de Alaric e Rionna.
Mas engana-se se acha que Rionna será uma protagonista cordata. Seu pai já come um dobrado com ela.





*LIVRO cedido, em parceria com a editora, em troca de uma resenha de opinião honesta.
**Gravura > Newton (Pinterest)

Nenhum comentário:

Postar um comentário